Anais de Trabalhos Científicos 7º CBHV

Uso da homeopatia em animais de estimação por tutores brasileiros

AUTORES

Gabrielly Ferreira Santos (Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ))

Gabriella de Paulo de Paula (Instituto Federal do Rio Janeiro (IFRJ))

Robertha Bach Barreto (Instituto Federal do Rio Janeiro (IFRJ))

Márcia Alves Marques Capella (Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ))


RESUMO INTRODUÇÃO

Apesar do uso da homeopatia em clínicas veterinárias brasileiras estar presente desde o século XX, não há estudos sobre a sua utilização por tutores em animais de estimação no Brasil. Uma busca em sites de referencia mostra que os estudos científicos são voltados para a clinica veterinária, mas pouco se sabe sobre como os tutores vêem o uso da homeopatia em seus animais.
O objetivo deste estudo foi obter uma primeira pesquisa de opinião sobre o uso da homeopatia e outras medicinas complementares pelos tutores em seus animais de estimação no Brasil.


MATERIAL / MÉTODO

Optamos por realizar uma pesquisa online com 10 perguntas objetivas, uma vez que permite a obtenção de dados de diferentes populações, utilizando o site de pesquisas de opinião survio.com. O questionário foi compartilhado por meio de redes sociais pelos quatro integrantes da pesquisa separadamente. Esses integrantes não tem amigos em comum nas redes sociais, vivem em regiões distintas do estado do Rio de Janeiro e possuem familiares e amigos em outras regiões do Brasil, o que aumenta a variedade da coleta de informações. O questionário foi aplicado também em comunidades de tutores de animais de estimação, além de ter sido apresentado, pelos pesquisadores envolvidos, a indivíduos que não tinham acesso à Internet, sendo as respostas coletadas e adicionadas à pesquisa online. O questionário foi dividido em duas partes: uma sobre o tipo e a quantidade de animais de estimação e sua alimentação, e a outra sobre o uso de homeopatia e outras terapias complementares em seus animais. A análise foi feita com base em artigos previamente publicados, como em (1).


RESULTADO

Após dois meses de circulação do questionário, foram obtidas 680 respostas. A grande maioria das pessoas (55%) possui o cão como animal de estimação; quanto aos outros entrevistados: 17% possuem gatos, 13% cão e gato, 4% pássaros e 11% outras espécies de animais. Foi observada a preocupação da grande maioria em oferecer o melhor suporte nutricional ao seu animal de estimação, principalmente dentre os tutores que utilizam a homeopatia. Dessa forma, observou-se que a utilização de ração super premium (27%) e premium (20%) por animais que fazem uso de homeopatia sobrepõem-se ao uso da ração comum (20%). Além disso, observou-se um crescimento do uso de alimentação natural feita pelo próprio proprietário ou comprada de terceiros, tanto por aqueles que utilizam a homeopatia (33%) quanto pelos que não a utilizam (13%).
Apenas 28% das pessoas usam homeopatia em seus animais, entre elas 38% por sugestão médica e 20% porque a medicina tradicional não trazia mais efeitos. Os 72% que não utilizam homeopatia em seus animais é devido à falta de informação sobre o seu uso e por isso nunca pensaram a respeito, além de não existirem médicos homeopatas veterinários próximos a sua residência. Porém, elas usariam caso fosse indicado pelo médico veterinário. Aproximadamente 37% das pessoas utilizam outros tipos de terapias alternativas em animais, tais como: acupuntura, fitoterapia, florais, aromaterapia, reike e cromoterapia.
Foi observado que a homeopatia é muito utilizada para controle de pulgas, carrapatos e vermes; para doenças de pele e alergias; doenças respiratórias e comportamentais, tais como: ansiedade, estresse, medo, depressão e hiperatividade. Pode-se analisar, também, o uso frequente para casos de pseudociese, traumas e inflamações, problemas gastrointestinais, infecções e neoplasias.
Um dado preocupante foi que apenas 42% das pessoas que usam homeopatia compram fórmulas comerciais em petshop por conta própria e as outras 58% das pessoas que utilizam a homeopatia usam a formulação prescrita pelo médico veterinário homeopata. Essa observação pode indicar que por falta de veterinários homeopatas e pela venda liberada de produtos homeopáticos veterinários em petshops, os tutores estão automedicando seus animais, tendo em vista que a homeopatia é considerada por muitos como não tendo contra-indicações nem efeitos colaterais, sendo isso uma inverdade.
Com base neste primeiro levantamento, pode-se concluir que o uso da homeopatia em animais de estimação por brasileiros ainda é muito restrito, devido à falta de informação sobre o seu uso e a sua eficácia em animais, como também pela falta de médicos veterinários especializados na área. Além disso, uma boa parcela dos que utilizam a homeopatia, faz-se o uso irresponsável ao automedicar seus animais, colocando-os em risco.
Mais estudos são necessários para termos uma visão mais completa do uso da homeopatia por tutores de animais no Brasil.


    REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

    (1) Huebner J, Muenstedt K, Prott FJ, Stoll C, Micke O, Buentzel J, Muecke R, Senf B. Online survey of patients with breast cancer on complementary and alternative medicine. Breast Care (Basel). 2014; 9(1):60-3. doi: 10.1159/000360381.

    Todas as informações aqui apresentadas foram retiradas apenas do questionário feito pelos autores.

    Palavras-chave: Homeopatia, questionário, tutores