Anais de Trabalhos Científicos 7º CBHV

Imunomodulação de co-cultura de macrófago e Leishmania (L.) amazonensis após o tratamento com Antimonium crudum

AUTORES

Fabiana Rodrigues de Santana (Universidade Paulista-UNIP)

Fabiana Toshie de Camargo Konno (Universidade Paulista-UNIP)

Luciane da Costa Dalboni (Universidade Paulista-UNIP)

Nilson Roberti Benites (Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo -FMVZ)

Renato Casarin (Universidade Paulista-UNIP)

Michelle Sanchez Freitas Correia (Universidade Paulista-UNIP)

Anuska Marcelino Alvares Saraiva (Universidade Paulista-UNIP/ Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP)

Cidéli de Paula Coelho (Universidade Paulista-UNIP/ University of Santo Amaro-UNISA)

Kátia Fialho (Federal University of Paraná-UFPR)

Dorly Buchi (Federal University of Paraná -UFPR)

Márcia Dalastra Laurenti (University of São Paulo School of Medicine-FMUSP)

Elizabeth Cristina Pérez Hurtado (Universidade Paulista-UNIP/ Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP)

Leoni Villano Bonamin (Universidade Paulista-UNIP)


RESUMO INTRODUÇÃO

Introdução. Os protozoários Leishmania spp. causam um grupo heterogêneo de doenças negligenciadas subtropicais e tropicais conhecidas como leishmanioses (1). Uma das espécies causadoras da Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA) é a Leishmania (L.) amazonensis, que apresenta duas formas clínicas denominadas leishmaniose cutânea e leishmaniose cutânea difusa (2). Há registros de felinos e cães domésticos como portadores (3,4). Em estudos prévios, verificamos que o Antimonium crudum 30 cH apresentou diminuição da resposta inflamatória em camundongos tratados por 60 dias após a infecção experimental por Leishmania (L.) amazonensis (5). Objetivo. O objetivo desse trabalho foi avaliar a imunomodulação da resposta inflamatória através da dosagem de citocinas após o tratamento homeopático, em modelo in vitro.


MATERIAL / MÉTODO

Materiais e métodos. Macrófagos RAW foram mantidos em co-cultura com formas promastigotas de Leishmania (L.) amazonensis e tratados por 24 e 48 horas com os medicamentos Antimonium crudum nas potências 6 cH, 30 cH e 200 cH. Os sobrenadantes descongelados foram aliquotados em placa de 96 poços e processados em aparelho Luminex MAGPIX® (EMD Millipore®) foi utilizado o KIT MILLIPLEX MAG PIX para as citocinas IL1a, IL1b, TNF alfa, IL 6, IL 10, IL12 p40, IL 12 p70, MIP-1b, INF gama, MCP- 1, RANTES/CCL 5, GM-CSF e VEGF-A.


RESULTADO

Resultados e Discussão. Os tratamentos com diferentes potências homeopáticas de Antimonium crudum apresentaram modificações no perfil de citocinas após 24 horas de incubação, reduzindo a produção de IL 1 pelo Antimonium crudum 6 cH, antecipando a ação do parasita sobre a atividade macrofágica a e o tratamento com 30 cH induziu aumento na produção de IL 1b,IL 6 e IL 12 p70, em relação ao controle. Não houve diferença estatísticas no grupo tratado com Antimonium crudum 200 cH, em relação ao controle. Conclusão. Os medicamentos homeopáticos apresentaram alteração no perfil de citocinas, evidenciando um dos possíveis mecanismos de ação na relação célula hospedeira e parasita.


    REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

    Referências. 1) Murray HW, Berman JD, Davies CR, Saravia. Advances in leishmaniasis. Lancet; 2005; 4;366(9496):1561-1577. 2) Genaro O, Reis AB. Leishmaniose Tegumentar Americana. In: Neves, DP et al. Parasitologia Humana. 11 ed. São Paulo: Atheneu; 2005. 3) Tolezano JE, Uliana SRB, Taniguchi HH, Araújo MFL, Barbosa JAR, Floeter-Winter LM et al. The first records of Leishmania (L.) amazonensis in dogs (Canis familiaris) diagnosed clinically as having canine visceral leishmaniasis from Araçatuba County, São Paulo State, Brazil. Veterinary Parasitology; 2007; 149:280-284. 4) Souza AI, Barros EMS, Ishikawa E, Ilha IMN, Marin GRB, Nunes VLB. Feline leishmaniasis due to Leishmania (L.) amazonensis in Mato Grosso do Sul State, Brazil. Veterinary Parasitology; 2005; 128:41-45. 5) Santana FR, Coelho CP, Cardoso TN, Hurtado ECP, Benites RB, Laurenti MD, Bonamin LV. Modulation of inflammation response to murine cutaneous Leishmaniasis by homepathic medicines: Antimonium crudum 30 cH. Homeopathy; 2014; 103: 264-274.

    Palavras-chave: Homeopatia, Leishmania (L.) amazonensis, Antimoniu