Anais de Trabalhos Científicos 7º CBHV

Insuficiência Renal – Tratamento Homeopático. Estudo Retrospectivo

AUTORES

Patrícia Martins de Rezende (Real H)

Claudio Martins Real (Real H)


RESUMO INTRODUÇÃO

Os rins, através de suas funções de filtração, excreção e reabsorção, são responsáveis pela manutenção do volume e o equilíbrio dos líquidos orgânicos, ao eliminarem eletrólitos e toxinas. Os rins tem ainda importante papel ao estimular a produção de hemácias, através do hormônio eritropoietina que é secretado pela verdadeira glândula endócrina constituída pelas células justa-glomerulares que se encontram distribuídas em todo o parênquima cortical.
Quando ocorre uma lesão renal e ¾ dos néfrons estão comprometidos função renal fica prejudicada, constituindo a chamada Insuficiência Renal (IR) (1).
Para a avaliação da função renal os parâmetros mais utilizados são as dosagens séricas de ureia e creatinina. Os aumentos destas taxas significam que 75% do parênquima renal se encontra lesado. Os valores de creatinina e ureia devem ser mensurados na mesma oportunidade visando maior especificidade no diagnóstico de alteração da Taxa de Filtragem Glomerular (2).
O valor referencia de Creatinina sérico é de 0,5-1,5 mg/dl para cães e 0,8-1,8 mg/dl para gatos (3). Os valores séricos de referencia para a ureia são de 21-60mg/dl para cães e 20–30 mg/dl para gatos (3).
No tratamento da IR aguda ou crônica a Homeopatia se apresenta como uma opção eficaz. Ela age estimulando a função renal via Sistema nervoso, que após receber a mensagem energética especifica do medicamento, desencadeia por via reflexa uma serie de ações, que melhoram e potencializam a função renal, podendo até recuperar nefrons lesados que ainda não foram substituídos por tecido fibroso. Esta afirmação se comprova pela melhora clinica e laboratorial apresentada com o tratamento homeopático.
Este trabalho tem o objetivo de avaliar a melhora da função renal promovida pelo uso do produto HP Pró-Rim (CMR Laboratórios Veterinários LTDA. Produto Cadastrado no MAPA sob o número 072-2009/MS). É um estudo retrospectivo (2010 - 2015) de 14 casos de IR.


MATERIAL / MÉTODO

São analisados 14 casos de IR, sendo sete caninos e sete felinos, provenientes de SP, MS, RJ, PR e RS, ocorridos no período de 2010 a 2015.
Os diagnósticos foram baseados nas manifestações clínicas e confirmados pelas determinações de ureia e creatinina séricas.
Entre os caninos quatro eram fêmeas e três machos e entre os felinos quatro eram fêmeas e três machos. As idades entre os cães variaram de sete meses a 14 anos e entre os gatos de um e 14 anos.
Após a determinação sérica dos valores de ureia e creatina foi adotado como tratamento o complexo homeopático HP Pró-Rim, nas doses indicadas na bula de acordo com o porte e espécie dos animais.
O Quaro 1 apresenta os dados referentes aos caninos e o Quadro 2 aos felinos. Ambos os quadros apresentam um resumo de cada caso: sintomas, tratamentos anteriores, o intervalo de dias entre os exames e os resultados do uso do HP Pró-Rim, expresso em % de redução de taxas de ureia e creatina.


RESULTADO

Através dos quadros 1 e 2 é possível constatar a eficácia do produto HP Pró-Rim, que agiu promovendo melhora clinica e laboratorial, independente da gravidade do quadro da espécie e da idade dos animais.
Entre os cães com o tratamento homeopático a redução das taxas de ureia foi em média de 54,6% e a de creatinina 37,5%. Entre os felinos a diminuição média de ureia foi de 36% e creatinina 56,1%.
A duração do tempo de tratamento entre os casos decorreu da resposta individual dos animais e da decisão do profissional em repetir os exames. O tempo médio do primeiro para o segundo exame nos cães foi de 24 dias e nos gatos 29 dias.

ANEXOS


REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

(1) NELSON, R. W., COUTO, C.G. Medicina Interna de Pequenos Animais. 3º ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006
(2) CORTADELLAS, Ó, et al. Manual de Nefrologia e Urologia Clínica Canina e Felina. São Paulo: Eb medVet Ltda, 2012
(3) GONZÁLEZ, F.H.D; CARVALHO, V.; MÖLLER, V.A.; DUARTE, F.R. Perfil Bioquímico Sanguíneo de Cães e Gatos na Cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Arquivos da Faculdade de Veterinária. UFRGS. 2001. Disponível em: http://www.ufrgs.br/lacvet/restrito/pdf/gonzalez_caes_gatos.pdf. Acesso em 08/07/15

Palavras-chave: Uureia, Creatinina, Pró-Rim